Saiba como manter a higiene do restaurante

Um dos pontos de mais atenção de pessoas que constantemente fazem suas refeições fora de casa é a higiene no restaurante. Talvez tão importante quanto a qualidade da comida, qualquer deslize com relação à limpeza é facilmente percebido e, além de poder causar intoxicações alimentares e autuações pela Vigilância Sanitária, acaba afastando clientes.

Neste post, selecionamos 5 dicas para que a higiene do seu restaurante esteja sempre impecável. Boa leitura!

1. Organização do estoque

Não é porque ele fica escondido que não precisa de grandes cuidados. O estoque é uma área que merece especial atenção, pois, além de garantir que os insumos estejam sempre dentro da validade e armazenados em condições de consumo, é preciso um controle grande de pragas, pois ratos e baratas, por exemplo, são atraídos pela grande quantidade de alimentos.

Então, para manter o estoque do seu restaurante sempre limpo, faça o seguinte:

  • elimine embalagens secundárias de papelão ou plástico;

  • mantenha todos os produtos identificados;

  • transfira os alimentos em uso para recipientes plásticos devidamente vedados e também identificados;

  • organize os alimentos segundo a data de vencimento, pois isso facilita o controle.

Lembre-se ainda de não estocar alimentos junto a produtos de limpeza, por exemplo, pois há risco de contaminação.

2. Higienização da cozinha

Existem normais legais que determinam como deve ser feita a higienização da cozinha do restaurante. E essas instruções vão muito além de lavar louças e panelas e manter o chão limpo.

Veja algumas das orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária — Anvisa para a higiene no restaurante:

  • mantenha o local de trabalho limpo e organizado;

  • verifique e elimine qualquer sinal de rachaduras e infiltrações em pisos, paredes e teto, bem como nas superfícies de preparo de alimentos;

  • limpe o ambiente sempre que necessário e ao final das atividades de trabalho;

  • proteja janelas com telas, para evitar entrada de insetos e roedores;

  • mantenha o ambiente sempre ventilado e com boa iluminação;

  • certifique-se de que os produtos utilizados na limpeza são regularizados pela Anvisa;

  • promova periodicamente o controle de pragas.

A fiscalização de restaurantes é feita pela Anvisa e também pela Prefeitura Municipal. Então, é importante que você também pesquise a legislação municipal, em busca de exigências sanitárias para seu estabelecimento.

3. Higiene dos funcionários

Todos os colaboradores do restaurante, especialmente os que manipulam os alimentos, devem ter cuidado redobrado com a higiene pessoal. Assim, entre outras ações, recomenda-se que o funcionário:

  • mantenha unhas curtas;

  • proteja os cabelos ao adentrar a cozinha;

  • evite falar, tossir ou espirrar enquanto manuseia alimentos;

  • use uniforme limpo, incluindo os sapatos, evitando sair com ele para a rua;

  • higienize constantemente as mãos com álcool em gel.

4. Limpeza do salão

Por fim, a área do restaurante mais visível para os clientes: o salão. É preciso muito cuidado nesse setor, pois uma falha na higiene na hora do serviço pode colocar a perder tudo o que foi feito até aqui.

Então, é importante:

  • limpar o chão sempre que necessário, entre os horários de atendimento e no final do expediente;

  • manter o ambiente arejado e com boa luminosidade, além de livre de odores;

  • cuidar para que toalhas de mesa e móveis estejam limpos e sem poeira, bem como utensílios de mesa, que além de livres de sujeira, devem estar secos.

5. Higiene no restaurante em período de baixo movimento

Os restaurantes costumam ter ciclos em seu movimento. Os estabelecimentos de locais turísticos, por exemplo, funcionam com capacidade máxima em temporadas de férias, período em que os de grandes cidades costumam ficar mais vazios.

Durante esse período de pouco movimento, é possível trabalhar em aspectos mais delicados da higiene no restaurante. Com estoques mais vazios e menor fluxo de pessoas, é possível fazer dedetização e desratização, limpeza de ralos e caixas de gordura, além de lavagem da caixa d’água. Dessa forma, você poderá receber seus clientes com muito mais conforto e segurança na próxima visita.

Gostou de nossas dicas de como manter a higiene no restaurante? Assine, então, a nossa newsletter e receba sempre as informações mais relevantes sobre o segmento em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Cadastre-se em nossa Newsletter:

Share This