Pátio de Compras é tendência segundo revista Food Service News

O Pátio de Compras teve o prazer de estar presente em uma das últimas edições da revista Food Service News, um dos principais veículos de conteúdo da área de food service no país. Suas edições são repletas de novidades e tendências e sempre apresentam matérias especializadas para os atuantes no ramo. Fizemos parte da seção

“Tendência” da edição 131, onde falamos um pouco sobre as novidades tecnológicas que o Pátio traz ao segmento de food service.

Confira abaixo alguns dos principais trechos da matéria:

“Comodidade na hora de fazer compras somada a preços justos e confiabilidade. Essas são as principais promessas que englobam o negócio Pátio de Compras, que é uma plataforma de aquisições de produtos diversos e matérias-primas exclusivamente online. O recurso utiliza o modelo de marketplace para aproximar os fornecedores dos consumidores finais no segmento Food Service.
Lançada durante a Fispal Food Service (Feira Internacional de Produtos e Serviços para a Alimentação Fora do Lar) de 2017, a empresa Pátio de Compras “surgiu de uma necessidade que possuíamos quando éramos sócios de um Wine Bar. Tínhamos dificuldade de desenvolver fornecedores. O processo de compras era demorado e, quando ocorriam visitas dos vendedores, não conseguíamos dar atenção, pois, na maioria das vezes, chegavam até nós quando estávamos em horário de pico”, conta Daniel da Cruz Pisano, de 38 anos, engenheiro mecânico, sócio investidor e diretor da Pátio de Compras.”

“Atualmente, a plataforma Pátio de Compras é operada por meio do trabalho de dez pessoas, que têm suas atividades divididas entre a parte comercial, atendimento e equipe técnica do negócio. A empresa foi iniciada com uma operação restrita à área geográfica de atendimento da Grande São Paulo. “Focamos nossa divulgação nessa região e já contamos com mais de 1.400 estabelecimentos da Grande São Paulo, sendo que mais de 40% dos locais cadastrados pertencem às regiões fora da Grande São Paulo, onde não fazemos nenhuma campanha de marketing ainda”, revela Pisano.”

Tendência de mercado

“Para Pisano, a plataforma Pátio de Compras é uma tendência no processo de compras para os estabelecimentos Food Service. “Já vemos uma movimentação enorme de grandes empresas, como Amazon e Alibaba, por exemplo, para atender o segmento B2B, em especial ao Food Service”. Ao mesmo tempo, o profissional reflete que, “no Brasil, as dificuldades são maiores e específicas. Portanto, plataformas locais, como a Pátio de Compras, podem sair na frente e ajudar a indústria e distribuidores ao utilizarem canais online”, explica.

Pisano enfatiza que a demanda por comodidade e bons preços vai ao encontro com as dores que identificou nas pesquisas realizadas durante o planejamento do negócio Pátio de Compras. Ele compartilha que, juntamente com parceiros, participou de várias feiras, onde a vivência corpo a corpo com os operadores trouxe o valioso esclarecimento de que a maioria dos empresários do ramo Food Service está insatisfeita com o atual processo de compras e entende que precisa de ferramentas que ajudem a reduzir o tempo gasto, além de auxiliar no planejamento desse processo de aquisição.

O empresário também afirma que, durante a última Fispal Food Service já citada e a Fipan (Feira da indústria de Panificação, Confeitaria e Food Service) 2017, chegou a conversar com vários operadores de todo o Brasil quando muitos elogiaram a iniciativa Pátio de Compras, pois enxergaram no negócio em questão uma boa oportunidade.”

Investimentos e parcerias

“O investidor-anjo citado por Pisano é Eduardo Von Zuben Baccetti, advogado e empresário de 37 anos. Ele explica que resolveu apostar na Pátio de Compras porque, realmente, sempre gastou muito tempo com compras e sem ter a garantia de melhores preços e prazos de entrega, como promete a inovadora plataforma. “Estive do outro lado da mesa e presenciei a falha que existe no mercado, que ainda atua de maneira antiga e burocrática. Mas, paralelo a isso, há a tendência de marketplaces, digitalização de intermediadores e força de vendas”, justifica.”

“Outra parceria já firmada por Pisano é com Marcelo Moscofian, de 33 anos, economista e diretor do Café Santa Mônica. O empresário conheceu a Pátio de Compras na APAS (Associação Paulista de Supermercados). Ele relata que, inicialmente, era apenas um fornecedor que estava inserido no canal de compras online considerado, até então, como um simples canal de prospecção e venda para o Food Service. Porém, explica que, ao compreender melhor a essência do negócio Pátio de Compras, decidiu firmar uma sólida parceria.

Para Moscofian, o negócio Pátio de Compras pode ser definido como a “Amazon do Food Service”. “O Food Service no Brasil tem muito espaço para crescer. Afinal, a alimentação fora do lar aumenta pela mudança de hábitos da nova geração. A tecnologia tem espaço, principalmente, nas grandes redes, já que, no pequeno Food Service, os processos são tradicionais. A plataforma Pátio de Compras possibilita a evolução de qualquer perfil de Food Service”.”

Pátio de Compras: Negócio complementar

“A plataforma Pátio de Compras pode ser considerada um negócio complementar aos atuais canais de vendas do segmento Food Service. Tanto que, ainda segundo Pisano, o seu objetivo principal como empresário do ramo Food Service é acolher o público que, hoje, a indústria e os distribuidores não conseguem atender. “O mercado é enorme e o esforço para atender bem é custoso. Uma ferramenta online como a Pátio de Compras, onde encontra-se grande parte da sua cesta de compras a um preço justo e que seja confiável, pode ser uma opção para indústrias e distribuidores reduzirem seus custos e atingirem um público que nunca atingiriam por meio do canal convencional”, reflete o engenheiro.”

Expansão Pátio de Compras

“Nesse negócio também existem as dificuldades, que precisam ser superadas. “Ainda temos algumas barreiras de entrada do lado da indústria de alimentos e isso desestimula iniciativas como a plataforma Pátio de Compras”, enfatiza Pisano. Para o empresário, a maioria das atuais ferramentas de compras online replica a mesma maneira de aquisição em revenda de insumos do modelo físico. Em contrapartida, ele frisa que a Pátio de Compras veio para otimizar essa cadeia e levar melhores margens para a indústria por meio de um preço bastante competitivo para os operadores. Por isso, seus planos são de expansão para o negócio. “Estamos passando por uma rodada de investimento e não posso divulgar esse número ainda. Mas, o que já posso partilhar, é que crescemos a base de cadastros em 100% ao mês só nos últimos dois meses. Além disso, estamos crescendo o valor total das vendas em duas vezes por mês”.”

Para quem desejar ler a matéria na íntegra, acesse aqui

Acesse também o Pátio de Compras aqui e facilite sua vida comprando tudo para o seu estabelecimento em um só lugar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Cadastre-se em nossa Newsletter:

Share This