Como escolher o fornecedor de vinho? Aprenda agora!

Para ter sucesso no segmento alimentício, o restaurante precisa não só oferecer um excelente atendimento, mas operar de maneira produtiva e ter organização adequada para compras, estoque e logística dos produtos. Dentre diversas demandas, solicitações e detalhes que envolvem as tarefas do dia a dia do gestor desse tipo de estabelecimento, não há tempo a perder com fornecedores descomprometidos.

Parceiros de confiança são peças fundamentais para garantir que um estabelecimento tenha suas necessidades supridas, com entrega de bons produtos. Na ausência de um fornecimento de qualidade, o processo de compras pode prejudicar a oferta aos clientes. Portanto, é muito importante trabalhar com fornecedores fortes, pois certamente isso agregará valor para o restaurante e permitirá que o gestor trabalhe com tranquilidade.

Com isso em mente, acompanhe nossas dicas de como escolher o fornecedor de vinho certo! 

1. Priorize a qualidade

Para não cair em armadilhas, é fundamental que o restaurante procure maneiras de atestar a qualidade das bebidas que ele oferece em seu cardápio. Para fazer essa análise, o gestor deve solicitar um portfólio da empresa que fornece vinhos, assim como o contato de outros restaurantes que são clientes dos mesmos fornecedores.

Converse com os gestores dos demais estabelecimentos e entenda os motivos pelos quais eles optaram por um determinado fornecedor. Caso haja uma ruptura com determinada empresa, descubra qual foi a razão e avalie se vale a pena dar prosseguimento ao negócio.

Ainda, faça degustações e, se possível, visite a fábrica onde os vinhos são produzidos. Procure também saber se as marcas com as quais o fornecedor trabalha já ganharam algum prêmio de qualidade.

2. Faça fiscalização sempre

É fundamental que o gestor do restaurante fiscalize seus fornecedores.

Você sabia que a maior parte das legislações municipais responsabilizam o próprio restaurante pela obrigação de fiscalizar? Ou seja, vender alimentos ou bebidas de qualidade duvidosa é culpa do estabelecimento. Por isso, a prática de verificar a credibilidade dos fornecedores é fundamental.

É necessário conhecer a procedência da matéria-prima, a adequação, o cadastramento e os laudos a respeito das bebidas que serão compradas. Verifique, ainda, todas as licenças e documentações necessárias do fornecedor, como situação fiscal e financeira.

Cheque, em toda compra:

  • notas fiscais de transporte e entrega;
  • legibilidade dos rótulos;
  • estado geral das embalagens;
  • registros e números em órgãos de vigilância sanitária e saúde (ou certificado de dispensa).

E um detalhe: para vinhos importados, você deve, também, solicitar a documentação de procedência.

3. Aposte na experiência

Sabemos que existem ótimos fornecedores que já atuavam com excelência desde o início, porém, empresas experientes já sabem lidar com gestão de crise e têm experiência no relacionamento com clientes.

Quando escolhemos fornecedores experientes e tradicionais, ficamos mais confiantes de trabalharmos com empresas que já são da área há tempos e, portanto, introduziram ótimas práticas em seus processos e também bons rótulos no mercado. Ou seja: experiência é indício de qualidade.

4. Pesquise valores

Antes de fechar qualquer negócio, é fundamental fazer uma análise de preços. Desconfie de valores de vinhos que sejam muito destoantes da concorrência, porém, pesquise! Nem sempre os fornecedores que estão numa margem acima do valor são os melhores do mercado.

Porém, tome muito cuidado para o barato não sair caro. Escolher o fornecedor de vinho certo, que atue com excelência e preço justo, requer dedicação.

5. Acompanhe o relacionamento

Como determinado fornecedor se relaciona com seus clientes? Pesquise e observe se os atendentes realmente estão à disposição para suas solicitações. Repare em quanto tempo o orçamento é enviado após o pedido, ou, então, a demora para o retorno do seu contato. Se este for lento, talvez seja melhor buscar uma nova parceria.

6. Analise os prazos

Na hora de fechar negócio com um fornecedor, observe como serão os prazos. Os fornecedores precisam se adequar às demandas dos clientes, devendo ser flexíveis e pontuais. Procure por empresas que consigam entender as necessidades de seu restaurante e possam se organizar para nunca falharem com as entregas. Afinal, o sucesso de seu estabelecimento depende diretamente de fornecedores confiáveis.

E então? Essas dicas de como escolher o fornecedor de vinho auxiliaram você? Que tal se aprofundar mais no assunto e conhecer outras 5 dicas para escolher bons fornecedores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Cadastre-se em nossa Newsletter:

Share This